segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Lifestyle | Dona Micas entrevista... Susana Cunha #5

Hoje apresento-vos um exemplo de empreendedorismo! De alguém que contra as circunstâncias da vida, arregaçou as mangas e que criou a sua própria marca e negócio! Conheço a Susana há alguns anos, quando fomos colegas no mundo dos recursos humanos! Fiquem a conhecer o seu novo projecto!

Nome: Susana Cunha
Idade: 39
Profissão: Especialista de Recursos Humanos tornada empresária/empreendedora

Apresenta-te, fala-nos um pouco acerca de ti.
Sou a Susana, mãe de um menino e uma menina, e especialista de Recursos Humanos de formação. Sou uma mulher optimista, activa, e sempre à procura de coisas para fazer (o meu marido diz que eu não consigo estar parada). Gosto de fazer eu própria as mais diversas coisas de raíz, em vez de comprar feito, desde roupa a comida, nem que para isso tenha que aprender algo novo.
Dou muita importância ao ambiente, à ecologia, sustentabilidade, alimentação biológica, e sou vegetariana. Gosto de cozinhar, especialmente bolos, e adoro máquinas de cozinha: robot, desidratador, batedeira, etc... eu tenho-os todos, para me ajudarem a fazer a comida cá em casa. Tenho um blogue de culinária onde publico os pratos e bolos que faço, para ser o meu livro de receitas pessoal, mas com a criação da minha marca de roupa, o blogue ficou um pouco para segundo plano.


Criaste recentemente uma marca de roupa infantil. Como surgiu essa ideia, sendo que a tua formação de base e percurso profissional nada têm a ver com isso?
A minha formação e experiência profissional são na área da gestão de Recursos Humanos, e durante 15 anos trabalhei no mundo empresarial. Há pouco mais de um ano fiquei sem emprego de repente, e a costura surgiu algum tempo depois, simplesmente como um hobby.
Eu tinha tempo livre, e soube que havia escolas e lojas a dar aulas de costura, e decidi ir aprender. Não sabia se iria gostar ou se teria algum jeito mas, aventureira como sou, quis experimentar. Gostei imenso e fiquei espantada com as peças de roupa que comecei a fazer.
Por entre a procura de emprego, entre mim e o meu marido surgiu a ideia de criar uma marca e uma loja online, e fazer disto o meu próprio emprego. Eu até estava feliz em casa, finalmente conseguia ter tempo para a família, ter mais disponibilidade para os meus filhos, principalmente considerando que o meu marido trabalha longas horas, e queria fazer algo que me fizesse feliz! Eu vou tendo hobbies, mas com este hobby conseguia mesmo ver-me a fazer disto o meu futuro, e a ser feliz, e assim surgiu a SUCO by Susana.
Foi um processo de alguns meses, para registar a marca, decidir que peças fazer, costurar, fotografar, e criar a loja online, com loja também no Facebook e na Etsy. Fiz tudo sozinha, trabalhei mais do que alguma vez tinha trabalhado antes, e até fui adquirindo novas competências, como mexer em código e aprender a usar software de design gráfico. E em Abril deste ano lancei a loja.


Fala-nos da SUCO by Susana?
É uma marca de roupa de bebé e criança, de menina e menino até aos 12 anos, com um estilo actual mas intemporal. É tudo feito por mim, com design meu e de outros designers independentes, com tecidos escolhidos pela sua qualidade e design.
Faço todo o tipo de peças, desde cueiros a casacos de fazenda, incluindo calças, calções, vestidos, camisas, pijamas, e outras peças.
É a roupa que gosto de vestir aos meus filhos, e que é tão difícil de encontrar especialmente para os meninos mais crescidos, com os padrões de que eu gosto e de que eles também gostam. As peças são feitas por encomenda, com opções de tecidos e cores, e tudo pode ser personalizado ao gosto do cliente.


Como podem as pessoas conhecer os produtos e como os podem adquirir?
A marca existe na loja online: www.sucobysusana.com, na Etsy: sucobysusana, e nas redes sociais: facebook.com/sucobysusana e Instagram: @sucobysusana.
Todos os produtos estão publicados com informação de tamanhos e preço, e as pessoas podem adquiri-los através de compra na loja ou na Etsy, e também pelo email info@sucobysusana.com. O pagamento pode ser feito por Paypal ou transferência bancária, e as encomendas podem ser enviadas por correio ou entregues em mão, consoante a localização.

Dedicas-te a 100% a este novo projecto ou estás a conciliá-lo com o teu emprego?
Como te disse, fiquei sem emprego há um ano, por isso neste momento estou a dedicar-me exclusivamente à marca. Mas mesmo que no futuro volte a trabalhar noutra área, Continuarei a dedicar-me à marca.

Há, na manga, mais planos/projectos para o futuro?
Há sim! A loja de roupa foi a primeira fase, e estou a preparar uma segunda secção para a loja online relacionada com modelagem, mais dedicada a quem costura. É uma outra vertente da costura que me desperta muito interesse, e que quero aprofundar, e conto conseguir lançá-la no início do Outono. Também no Outono planeio começar a utilizar principalmente tecidos produzidos em algodão biológico.


Como é o teu dia a dia?
Os meus dias são planeados, grandes e muito atarefados, são controlados por mim, mas são também flexíveis, o que é essencial para conseguir dedicar-me à casa e à família, além do trabalho. Trabalhar para mim própria e em casa é algo que pode facilmente tornar-se desorganizado e nada produtivo, por isso é preciso ter força de vontade, capacidade de organização e disciplina, e é preciso criar rotinas.
O meu dia começa às 7h, para acordar os meus filhos, ajudá-los a vestirem-se, preparar o pequeno-almoço, e arranjá-los para saírem para a escola. A avó vem buscá-los às 8h para os levar à escola, o meu marido sai com eles, e a hora seguinte é para arrumar a casa e arranjar-me a mim.
Quando tenho que ir ao supermercado, ou enviar encomendas, ou qualquer outra tarefa que precise de ser feita, costumo fazer logo de manhã, e só vou para o atelier à tarde. Nos outros dias, vou logo de manhã, e fico até às 16h30. A essa hora vou buscar as crianças à escola, e a partir daí até à noite são as tarefas habituais de fim de dia: banhos, trabalhos de casa, fazer jantar, deitar os filhos... Depois de eles irem para a cama, se precisar, trabalho ao computador, mas habitualmente estou tão cansada que não consigo fazer mais do que sentar-me em frente à televisão.
Durante o dia mantenho-me ligada com o mundo através do telemóvel, respondo a emails, organizo encomendas, tiro fotos e publico nas redes sociais, organizo a minha vida toda.
Ao fim-de-semana o tempo é para a família, não costuro, e às vezes trago “trabalho para casa” para ir adiantando tarefas, como tecidos para cortar ou moldes para desenhar ou imprimir. Coisas que posso fazer em casa enquanto estou com o meu marido e com as crianças. É também quando escrevo para o blogue da loja, e actualizo os produtos online.
A beleza de fazer o meu próprio horário é poder ajustar o meu dia conforme preciso, mas tentando sempre manter as rotinas.

O que mais gostas de fazer nos teus tempos livres?
Gosto de ler, principalmente romances e livros de culinária. Gosto de fazer bolos e experimentar novas receitas. Eu e o meu marido agora estamos a começar a tentar fazer pão com fermento natural, é a nossa nova aventura, vamos ver se conseguimos.
E fazer coisas com as crianças, seja ir ao cinema, a um jardim ou um museu, ou jogar monopólio em casa.

Gostas de moda? Como definirias o teu estilo?
Gosto de moda, observo as tendências, mas não adiro muito. Gosto de me sentir confortável, mas com um ar actual, arranjado e elegante, e para mim isso tanto pode ser com um vestido e sapatos de salto alto, como com uns calções e ténis. Tento não andar todos os dias de calças de ganga, procuro vestir-me de maneira que favoreça a minha imagem, e visto-me de acordo com a ocasião, quer seja descontraída ou formal.
Procuro ser ética no meu consumo de moda e da minha família. Em vez de comprar em quantidade e barato, prefiro escolher uma ou duas peças que me agradam muito, mesmo que sejam mais caras, que sejam de qualidade e tenham sido produzidas de forma ética, responsável e sustentável, e que sei que vou usar durante muito tempo.


Quais as peças que não dispensas? 
Blusas, malhas, e casacos no geral. Adoro casacos!

És uma make up addicted ou adepta da cara lavada?
Make-up addict definitivamente! Tenho toda a parafernália de maquilhagem, adoro. No dia-a-dia uso somente corrector de olheiras, blush e máscara de pestanas, o suficiente para ficar com um “aspecto saudável”. Confesso que é pela preguiça de tirar tudo à noite, assim só com isto é mais fácil e rápido de limpar. Mas se tenho algum compromisso, capricho mais. Para mim a maquilhagem é uma ferramenta poderosa de auto-estima, não é ser o que não sou, mas sim realçar o que sou e sentir-me imediatamente mais confiante. E também é divertida. 

Um dia perfeito seria…

Acordar um pouco mais tarde (às 9h), passear com os meus filhos, fazer trabalho da loja enquanto eles brincam felizes, e ter a família junta ao serão. Ter tempo para tudo, e a família feliz.


Beijo*
Dona Micas

1 comentário: