terça-feira, 14 de julho de 2015

Lifestyle | Medo... Esse eterno bloqueio!

E pronto, avizinha-se o fim de mais uma jornada e o começo de mais uma desafiante aventura! 

Um novo bebé na família... um filho, um mano, um neto!  A experiência não me acalma, não me sossega, nem mesmo me tranquiliza para tudo o que se segue... Este medo que sinto paralisa, acrescenta ansiedade e bloqueia acções... Medo de que algo corra mal, medo de não ser capaz ou de não estar à altura, medo de não ter forças, medo de falhar, medo de decepcionar... 

Ao mesmo tempo, tento com todas as minhas forças e, de uma forma convicta e tenaz, contrariar todas estas emoções, todos estes pensamentos e todos estes receios! Não defraudar o pensamento positivo, acreditar em mim, sentir o apoio dos demais, agir em vez de desistir, mostrar-me grata e, acima de tudo sorrir, são pequenos grandes mantras para encarar a mudança com leveza, sem dramas! 

Lá no fundo sei que tudo passa... Que esta tendência de prever o pior, o cenário mais negro, nem sempre (ou quase nunca) se confirma (e ainda bem)! Mas quando estamos no momento, o cenário  parece gigantesco, a trama parece engolir-nos com toda a sua dimensão dramática, o futuro desejado parece longe, o presente parece lento e a nossa "liberdade", essa, parece nunca mais voltar ao ter-se tornado verdadeiramente inalcansável! 
Mas quando já estamos lá, no tão desejado futuro, olhamos para o que vivemos e sentimos que passou rápido, que foi trabalhoso mas bom, que houve dias difíceis e noites impossíveis, e que, por estranho que pareça, sentimos uma saudade imensa de todos  aqueles momentos e que não prescindiríamos de os viver outra e outra vez! Que esses momentos nos tornaram pessoas diferentes e que nos fizerem esquecer quem éramos antes de termos a casa mais cheia! Entendemos o que é o amor incondicional,  o que é ter um coração verdadeiramente ansioso, apertado, desnutrido de certezas e acalmado por um toque, um abraço, um olhar ou um silêncio!

E quando somos felizes, o que nos faz falta?! Sorrir, agradecer, valorizar, confiar, seguir em frente!

Beijo*
Dona Micas

Sem comentários:

Enviar um comentário