sábado, 2 de novembro de 2013

Era uma vez # 1

Comecemos pelo princípio... 

Era um vez, uma princesa, mais princesa que as princesas, doce que só ela, de olhos ternos, voz doce e toque de fazer o coração gritar de alegria!
Esta podia ser a princesa de qualquer pai e mãe, mas não! É a minha, a nossa! Fruto de amor verdadeiro! Chegou e MUDOU, fez crescer, sonhar, ir mais além, sentir com mais intensidade, tornar cada momento ainda mais estupidamente encantador! 

Um ano passou... longo e lento... De já fazer ter saudades e de parecer que ainda agora chegaste a nós! Estamos quase a completar o teu segundo ano de vida, e o coração, esse, continua a encolher-se, de tão arrebatador sentimento!

Os teus olhos, sorvem o mundo, sempre inquiridores, curiosos, cheios de ânsia... É delicioso ver-te crescer... Mas ao mesmo tempo, as pernas ficam bambas e o estômago aperta-se num nó de fazer doer as entranhas sempre que penso na possibilidade de poder não te ter, acompanhar eternamente... E aí, o pensamento viaja, levanta questões e porquês... Medos e terrores... Mas ou mesmo tempo, algo grita... A-P-R-O-V-E-I-T-A! Vive cada segundo! Não percas o tempo com "cenas", m***** que nada valem... Coisas que, quando atiras para a balança são ávidas de peso... Ou até pesam, mas não o suficiente...

Olho para trás e tenho a certeza, tomei a decisão certa! Pensei, ponderei, equacionei, pesei, levei algum tempo, bastante tempo até, para que mudasse a minha vida, e agora posso, sem pressas, sem pressões, ajudar-te a crescer! Ajudarmos-nos a crescer!  Podemos respirar de alívio, porque agora os minutos em família deixaram de ser contados, temos tempo para nós! Tenho saudades de algumas coisas que deixei, mas o que tenho ganho é desmedido!

São agora 4 da manhã, já acordaste duas vezes esta noite a chamar por mim... com essa voz de mel que conheceria até no fim do mundo... levantei-me com um sorriso nos lábios porque ganhei a oportunidade de estar perto de ti mais uns segundos! Que bom que é! Amanhã, o meu corpo vai reclamar esta insónia que entretanto se apoderou, mas tenho a certeza que o "Amo-te Mamã!"que irei ouvir carregará estas baterias para mais uma jornada! Agora vou tentar dormir e sonhar contigo, meu Anjo! 

 



2 comentários:

  1. Ohhh Tão lindo! :)
    Estou ansiosa que chegue o momento de eu experimentar o sentimento de maternidade!

    ResponderEliminar
  2. Que lindo texto e como sinto algumas coisas da mesma maneira... É uma ternura tê-los e vê-los crescer!!!
    Decisões certas mesmo com indecisões pelo meio... Para a frente é o caminho! ;)

    ResponderEliminar